Quais são os novos critérios de matrícula para acompanhamento no CEDEBA?

O atendimento no CEDEBA não é realizado por demanda espontânea. Desde outubro de 2020, as pessoas com critérios de matrícula para acompanhamento no CEDEBA são encaminhadas por médicos da Atenção Primária à Saúde (APS) – Unidades Básicas de Saúde e Programas de Saúde da Família –  através da Plataforma do Telessaúde Bahia (http://telessaude.ba.gov.br/telecedeba).

Quando confirmados critérios de acompanhamento, os pacientes serão contatados pela equipe do SAME do CEDEBA para agendamento de consulta.  Quando não forem identificados critérios de matrícula, serão encaminhadas respostas pela plataforma do Telessaúde, para o prosseguimento do tratamento na Atenção Primária, que poderá ter a assistência compartilhada através das teleconsultorias, realizadas também pela plataforma do Telessaúde Bahia.

Em abril de 2024, os critérios para Matrícula no CEDEBA foram revistos, em particular, os critérios para dislipidemia, conforme abaixo: 

  1. PESSOAS SEM DIABETES COM DISLIPIDEMIA QUE APRESENTEM:
  • LDL maior ou igual 190 mg/dL e/ou
  • Triglicérides maior ou igual a 500 mg/dL e/ou
  • Pacientes com histórico familiar de doença cardiovascular precoce (IAM, AVC ou DAOP), antes dos 55 anos em homens e antes dos 65 anos em mulheres
  1. PESSOAS COM DIABETES:
  • Pessoas com diabetes tipo 1
  • Gestantes diabéticas ou com diabetes gestacional
  • Pessoas com diabetes mellitus tipo 2, com nefropatia a partir do estágio 3b, evidenciada por taxa de filtração glomerular < 45 ml/min estimado pela CKD-EPI. Site para cálculo: www.sbn.org.br/profissional/utilidades/calculadoras-nefrologicas
  • Pessoas com diabetes secundário pós-transplante de órgãos e diabetes por pancreatopatia
  • Pessoas portadores de pé diabético com as seguintes complicações: doença arterial periférica, úlceras isquêmicas e/ou associadas a osteomielite, neuroartropatia de Charcot para acompanhamento exclusivo com angiologista. Não fazem parte dos critérios de matrícula casos de pacientes em pós-operatório de amputação de membro(s) por pé neuropático.
  1. PESSOAS COM NÓDULOS DE TIREOIDE:
  • Punção aspirativa da tireoide (PAAF) indeterminado (Bethesda III e IV) ou suspeito/maligno (Bethesda V e VI)
  • Nódulo acompanhado de TSH suprimido
  • Nódulo apresentando crescimento rápido ou com sintomas compressivos, com diâmetro maior ou igual a 4,0 cm
  1. PESSOAS COM DISFUNÇÕES TIREOIDIANAS:
  • Suspeita de hipotireoidismo central (TSH normal ou baixo e T4L ou total baixo)
  • Hipotireoidismo usando mais de 2,0 a 2,5 ug/Kg/dia de levotiroxina
  • Hipotireoidismo secundário à tireoidectomia por câncer de tireoide
  • Hipertireoidismo
  1. OBESIDADE
  • Pessoas acima de 18 anos, com obesidade grau 3 (IMC > ou = 40 Kg/m²), com ou sem comorbidades ou grau 2 (IMC entre 35 e 40 Kg/m²) com, pelo menos, duas comorbidades relacionadas ao excesso de peso. Desde que já tenham sido sensibilizadas para mudanças de estilo de vida visando perda ponderal e tentado tratamento medicamentoso sem perda ponderal sustentada de 10% do peso através de acompanhamento regular na Atenção Primária, por pelo menos um ano.
  • Regulação para cirurgia bariátrica para os usuários do SUS, no Estado da Bahia. Os pacientes com indicação para cirurgia bariátrica e que preencham os critérios do Ministério da Saúde e do Conselho Federal de Medicina são preparados e encaminhados para os hospitais credenciados.
  1. PESSOAS COM DOENÇAS OSTEOMETABÓLICAS
  • Osteoporose grave: portadores de fratura osteoporótica (fêmur, vértebra ou punho) ou Tscore menor que – 3,0 na densitometria óssea
  • Doença de Paget 
  • Patologias da paratireoide
  • Osteomalácia
  • Distúrbios do cálcio
  1. PESSOAS COM DOENÇAS DAS GÔNADAS E ADRENAIS, DOENÇAS HIPOTALÂMICAS E HIPOFISÁRIAS
  2. SERVIÇO INFANTO JUVENIL (SIJU) ATENDE CRIANÇAS E ADOLESCENTES DE 0 A 20 ANOS COM:
  • Doenças da tireoide
  • Puberdade precoce e atrasada 
  • Alta estatura e baixa estatura (< 3º percentil)
  • Obesidade de origem endócrina
  • Ginecomastia
  • Raquitismo

Conteudista: Débora Angeli – Endocrinologista CEDEBA – Cremeb 9582 RQE 9857

Referências: 

NOTA TÉCNICA CEDEBA Nº 01 DE 01 DE FEVEREIRO DE 2024 – CRITERIOS-DE-MATRICULA-CEDEBA-04-04-2023.pdf (saude.ba.gov.br)

COMPARTILHE