Paciente hipertenso e diabético, sem queixas, com resultado de Tomografia de Crânio, apresentando alteração habitual para idade, precisa ser encaminhado para consulta com neurologista?

Hipertensos tem 4x mais chances de ter AVC. O descontrole crônico da pressão arterial é um fator de risco para perda progressiva da função intelectual na terceira idade (demência vascular devido acúmulo de pequenas lesões vasculares no cérebro).¹ O infarto agudo do miocárdio, o acidente vascular cerebral, o pé diabético e a doença renal crônica estão entre as lesões características do mal controle do diabetes mellitus.²

Com o intuito de minimizar os danos decorrentes de tais afecções, o Ministério da Saúde implantou o Plano de Reorganização da Atenção à Hipertensão Arterial e ao Diabetes Mellitus ²

Apesar dos possíveis acometimentos cerebrais devido a hipertensão e diabetes, a tomografia de crânio não está entre os exames de seguimento para essas situações crônicas, principalmente quando não há queixa. Da mesma forma, o encaminhamento para o neurologista não se faz necessário no seguimento habitual do paciente hipertenso e/ou diabético, sendo a alteração inerente à idade um achado que consta no exame e algo sem relevância clínica para o paciente assintomático. Não foram encontradas nas literaturas pesquisadas recomendações para a solicitação do exame ou encaminhamento para neurologista do paciente com perfil descrito. Por outro lado, exames como hemoglobina glicada, avaliação de perfil lipídico e função renal, avaliação de fundo de olho e aferições de controle ou MAPA (quando necessários) fazem parte do elenco regular do acompanhamento do paciente hipertenso e diabético.³,4

Vale ressaltar a importância da Atenção Básica no acompanhamento desse paciente com o objetivo de controlar níveis pressóricos e glicêmicos. Para isso, deve-se investir em medidas farmacológicas e não farmacológicas.²

Referências

  1. Hipertensão Arterial – Complicações Neurológicas [Internet]. Brasil: Leandro Teles; 2018 Aug 30. Hipertensão e complicações; [cited 2021 Nov 29]; Available from: https://leandroteles.com.br/hipertensao-arterial-complicacoes-neurologicas/.
  2. A Importância do Acompanhamento do Paciente Hipertenso e/ou Diabético na Prevenção de Agravos [Internet]. Pará: Universidade Federal do Pará; 2021 Apr 19. A Importância do Acompanhamento do Paciente Hipertenso e/ou Diabético na Prevenção de Agravos; [cited 2021 Nov 25]; Available from: https://ares.unasus.gov.br/acervo/html/ARES/23721/1/joao-acompanhamento_paciente_hipertenso_diabetico.pdf
  3. Barroso WKS, Rodrigues CIS, Bortolotto LA, Mota Gomes MA, Brandão AA, Feitosa ADM, Machado CA, et AL. Diretrizes Brasileiras de Hipertensão Arterial – 2020. Arq. Bras. Cardiol. 2021;116(3):516-658
  4. Diretrizes Sociedade Brasileira de Diabetes [Internet]. Brasil: Sociedade Brasileira de Diabetes; 2020. Diabetes; [cited 2021 Dec 1]; Available from: http://www.saude.ba.gov.br/wp-content/uploads/2020/02/Diretrizes-Sociedade-Brasileira-de-Diabetes-2019-2020.pdf
COMPARTILHE
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp