Novo fluxo de admissão de usuários para o Cepred via Telerregulação/Telessaúde

Desde a implementação do TeleCepred, a unidade tem enfrentado um aumento expressivo na demanda, registrando mais de 2300 teleconsultorias aguardando resposta na plataforma do Telessaúde em apenas 1 ano e 6 meses. Com a alta demanda que ultrapassa a capacidade instalada da unidade, a espera por atendimentos se estende até 2025, gerando a necessidade de reorganização.

Considerando a crescente demanda no Centro Estadual de Prevenção e Reabilitação da Pessoa com Deficiência – (CEPRED) a instituição, emitiu uma nota técnica para reestruturar o fluxo de admissão de usuários das teleconsultorias via Telessaúde.

A partir de 02 de janeiro de 2024, todas as teleconsultorias com intenção de encaminhamento de usuários novos serão analisadas pela telerregulação do Telessaúde. O novo fluxo estabelece:

1. Se o município de origem estiver CER/EUR habilitado para a temática de reabilitação demandada, o profissional solicitante da atenção básica deverá direcionar o seu usuário para o CER/EUR de referência da sua região.

2. Encaminhamento direto ao CEPRED: Para municípios da região de Salvador, com exceção de  Lauro de Freitas, ( embora esteja na região de saúde de Salvador, já possui um CER habilitado e, portanto, terão seus usuários encaminhados para o seu CER de referência)a telerregulação/telessaúde encaminhará diretamente as teleconsultorias ao CEPRED.

3. Caso de maior complexidade: CER/EUR de referência que necessitar encaminhar o usuário para o CEPRED deverá seguir procedimentos específicos: cadastrar seus profissionais na plataforma do telessaúde como profissionais solicitantes de teleconsultoria e seguir as etapas de encaminhamento para o Cepred, justificando o motivo do encaminhamento no Formulário de Encaminhamento para Admissão de Usuários no Cepred via plataforma telessaúde que se encontra disponível na plataforma justificando a necessidade de encaminhamento para casos de maior complexidade.

Além disso, parte da demanda que aguarda resposta na teleconsultoria será contrarreferenciada aos profissionais solicitantes, orientando o encaminhamento dos usuários aos CER/EUR de referência, de acordo com a cobertura regional.

O CEPRED e Telessaúde se colocam à disposição das equipes de Atenção Básica, CER e EUR dos municípios baianos para apoio matricial e suporte técnico-científico, via plataforma Telessaúde e/ou presencialmente. Webaulas serão realizadas para melhorar o entendimento dos encaminhamentos e promover a integração entre as partes envolvidas.

Confira a nota técnica na íntegra em: http://telessaude.saude.ba.gov.br/wp-content/uploads/2023/12/SEI_00081523997_Nota_Tecnica_1.pdf

COMPARTILHE