Projeto Alerta Vermelho

Cardiopatias em crianças e adolescentes

O atendimento do paciente com suspeita de cardiopatia (congênita ou adquirida) em uma unidade de saúdenão especializada pode ser um desafio para médicos generalistas. As variedades de apresentações clínicas nas diferentes faixas etárias das cardiopatias congênitas ou adquiridas trazem grande desafio diagnóstico e terapêutico. Entretanto, a detecção precoce é fundamental para melhores resultados clínicos e cirúrgicos.

As cardiopatias congênitas representam a maioria das doenças cardiológicas na infância com um grande impacto na morbimortalidade dessa população. Tem uma incidência em torno de 1 para cada 100 nascidos vivos, destes 25% terão cardiopatia crítica do período neonatal e em 85% dos casos será necessário a realização de um procedimento cirúrgico ou hemodinâmico ao longo da vida. Além disso, representam a terceira causa de mortalidade infantil. Dessa maneira, o diagnóstico e tratamento precoce são indispensáveis para uma assistência de qualidade.

Portanto, o Hospital Martagão Gesteira em parceria com Telessaúde Bahia irá atender crianças e adolescentes até 14 anos encaminhados pelas teleconsultorias. Para isso, profissionais da medicina e da enfermagem da rede básica de saúde, hospitais e maternidades devem estar cadastrados na Plataforma de Teleconsultorias (http://plataformatelessaude.saude.ba.gov.br/). Para o encaminhamento, é necessários descrição da clínica do caso, preenchendo o formulárioreferente aos do paciente específico e anexar pelos menos, um desses exames: RX, eletrocardiograma ou ecocardiograma.

Publicações

Vídeos